Exames e Trantamentos
O Núcleo do Sono é especializado no diagnóstico e tratamento dos distúrbios do sono:

  • Avaliação Clínica;
  • Polissonografia Assistida;
  • Titulação/Adaptação de CPAP;
  • Cirurgia do ronco e vias aéreas superiores.


Medicina do Sono

A medicina Do Sono aborda uma atividade responsável por 1/3 do tempo total da nossa vida. Estado essencial para restabelecimento físico e mental, o sono, quando não adequado ou livre de distúrbios, pode influir diretamente na qualidade de vida e saúde. Nossa abordagem visa o tratamento dos mais diversos distúrbios do sono, através de medidas apropriadas para diagnosticar suas mais variadas alterações. Atualmente, lançamos mão de métodos para o diagnóstico preciso e terapias clínicas e cirúrgicas, que otimizam nossos resultados.


Patologias do Sono

Atuamos nas mais variadas patologias, como:

  • Ronco;
  • Apneia;
  • Narcolepsia;
  • Pesadelos;
  • Síndrome das pernas inquietas;
  • Sonambulismo;
  • Insônia;
  • Terror noturno;
  • Bruxismo e outras.

O Sono

O Sono é um estado comportamental reversível de desligamento da percepção do ambiente, com modificação do nível de consciência e da resposta a estímulos internos e externos. Este processo ativo envolve múltiplos e complexos mecanismos fisiológicos e comportamentais de vários sistemas, principalmente o sistema nervoso.

Enquanto um indivíduo dorme, seu sono alterna dois estados diferentes. O NREM, sono sincronizado, e o REM, sono dessincronizado.

No NREM existem quatro estágios que variam em uma escala de aumento da profundidade do sono.

O REM (Rapid Eyes Movement – Rápido Movimentos dos Olhos) é um estágio caracterizado pela dessincronização dos potenciais (baixa amplitude e alta freqüência das ondas cerebrais), onde ocorrem movimentos oculares rápidos (daí a sigla REM). Além disso, no REM é possível sonhar.

Em um indivíduo normal, o sono sincronizado e o sono REM alternam-se ciclicamente ao longo da noite, repetindo o ciclo entre 70 e 110 minutos e podendo chegar a 6 ciclos por noite. A distribuição dos estágios de sono pode alterar com diversos fatores: Idade, ritmo cardíaco, temperatura ambiente, ingestão de drogas ou determinadas patologias.

Várias funções são atribuídas ao sono. A hipótese mais simples é a de que o sono se destina à recuperação de débitos energéticos pelo organismo, estabelecidos durante a vigília. Outras funções, atribuídas principalmente ao sono REM, são a manutenção da homeostase, dos neurotransmissores envolvidos no ciclo sono-vigília, além da sedimentação de memória, termorregulação, entre outros.


Orientações para uma boa noite de sono

  • Horário regular para dormir e despertar.
  • Ir para a cama somente na hora de dormir.
  • Ambiente saudável.
  • Não ingerir bebidas alcoólicas próximo à hora de dormir.
  • Não ingerir medicamentos para dormir sem orientação médica.
  • Não exagerar em café, chá e refrigerante.
  • Fazer atividades físicas em horários adequados, e nunca perto da hora de dormir.
  • Jantar moderadamente e em horário regular.
  • Não levar problemas para a cama.
  • Fazer atividades repousantes e relaxantes após o jantar.


Polissonografia

O exame de Polissonografia é o método diagnóstico para distúrbios do sono, como Insônia e Sonambulismo. Esta técnica vem sendo utilizada desde meados de 1970 e consiste no registro simultâneo de variáveis fisiológicas durante uma noite, através de determinados exames, realizados através de aparelhos digitalizados, que permitem precisão no diagnóstico e no tratamento do paciente.

A polissonografia é formada pelo registro dos seguintes exames:

  • Eletroencefalograma;
  • Eletro-oculograma (EOG);
  • Eletromiograma (EMG) de alguns grupos musculares (região mentoniana e submentoniana, músculo tibial anterior, masseter);
  • Eletrocardiograma;
  • Fluxo aéreo (nasal e oral);
  • Esforço respiratório (torácico e abdominal);
  • Oximetria (saturação de oxiemoglobina);
  • Som traqueal;
  • Posição corporal.

Clínica de Otorrino 2020 – Todos os Direitos Reservados